Sandra Teschner na Casa Cor Bahia

Sandra Teschner

A Arena do Conhecimento da Casa Cor Bahia recebeu ontem, a Chief Happiness Officer e Publisher Sandra Teschner, para falar sobre Plantando Happiness: A importância do designer sensorial na felicidade e no bem-estar humano. 

Projetar ambientes que traduzem bem-estar e qualidade de vida é o grande desafio dos arquitetos e designers de interiores. Para colaborar com esta tarefa, a palestrante falou da importância da biophilia , uma corrente da neuroarquitetura que expõe a conexão humana aos ambientes naturais , vivos! “A neurociência traz referências para que projetos arquitetônicos estimulem sensações positivas nas pessoas. Somos seres sensoriais,  os estímulos do meio externo entram em nosso cérebro de forma inconsciente. Temos receptores em todo o corpo , isso gera emoção, propicia determinados comportamentos”, explicou.

Os mais atuais estudos científicos em todo o mundo trazem informações relevantes sobre a Ciência da Felicidade e seus desdobramentos são percebidos nos conceitos de teóricos, assim como nos incontáveis movimentos positivistas que despontam mundo afora, ainda que aparentemente desconectados.  De pequenos hábitos a mudanças de comportamento, da inserção do verde no seu dia a dia – como o “urban jungle” dentro de sua própria casa a sustentabilidade coerente, do  biodesign na moda as técnicas de relaxamento autoaplicáveis, dos quadrinhos com frases que nos representam (e que alegram nosso inconsciente) a exercícios físicos, da cultura do “nós” em bate-papos informais positivos ao retorno as artes manuais, tudo isso abraçado por muita tecnologia.

Sandra Teschner e Jussara Amorim da casa cor Bahia

“O futuro chegou, mas ele não é frio, pede o acalanto do artesanato, o contato humano, as ações coletivas, o compartilhamento de ideias, a natureza, tudo isso com todo o aparato tecnológico agindo como facilitador”, contou com entusiamo. E esclarece: “Trata-se do impacto que este contexto traz para as nossas vidas, como a redução do estresse e ansiedade, melhora na concentração, aumento da autoestima, da produtividade, entre outros benefícios, enquanto essas escolhas vão promovendo a sensação de bem-estar pleno em efeito multiplicador. Atua ainda como um antídoto ao mal do século, leia-se a depressão e a ansiedade.

Apesar de vivermos um momento onde a força da tecnologia é muito forte, é importante lembrarmos das sensações que o design pode nos proporcionar. Por isso, a busca pelo natural, pelas raízes, pela utilização de matérias-primas sustentáveis está em alta. É o momento de trazer o verde para dentro de casa, as madeiras naturais, de reaproveitamento ou de demolição. O mundo moderno chegou e pede esse momento da volta do passado atrelado a tecnologia, sempre em busca da memória afetiva.

Pensar nesses pontos é importante para garantir que a decoração traga o sensorial como ponto alto, influenciando no humor, comportamento e bem-estar.

Janete Amaral, Sandra Teschner e Monique Melo

Para ela, a Casa Cor Bahia está sendo muito assertiva trazendo a pauta sensorial, de afetividade e sustentabilidade. É preciso mostrar a tecnologia aliada a ancestralidade, tudo isso com graça renovada, com jovens talentos, cheios de bagagem, como é o caso de Daniela Alencar, que traz no seu espaço referências históricas, clássicas, aliadas ao bom gosto contemporâneo.

Dentre os presentes ao evento estavam: Ingrid Weckerle, Adriana Amaral, Christiane Peleteiro, Monique Melo, Janete Amaral, Daniela Alencar, Lila Moraes e Jussara Amorim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s